quarta-feira, 23 de junho de 2010

Pessoas resolvidas

Conversa na recepção: Conversa vai, conversa vem, digo que sou psicanalista. A moça entra em pânico, temerosa de que eu tivesse poderes para ver a sua alma. "Eu já fiz terapia", ela disse. "Mas agora estou resolvida". Pergunto: "Quando se deu o óbito?". Ela me olha sem entender. Óbito? Explico: as únicas pessoas resolvidas que conheço estão no cemitério.
Extraído do novo livro do Rubem Alves, "Do universo à jabuticaba" (Ed. Planeta)


3 comentários:

Nivaldo Campana disse...

Ah, bom! Li rápido a última linha "as únicas pessoas resolvidas que conheço estão no inferno". Bem, faz algum sentido. O problema é saber como surgiu o inferno sorrateiramente do meu subconsciente.

jd disse...

Hahaha, é melhor você falar sobre isso com seu terapeuta, Nivaldo... hehehe seja bem vindo ao blog, espero que apareças sempre por aqui, juntamente com seus comentários. Abração do jd

Virgínia disse...

Também gosto do Ruben Alves.
Abraço, Virgínia